Conheça o brinquedo para ajudar crianças autistas que virou febre

O objetivo do fidget spinner não é apenas ser uma fonte de diversão, mas ajudar crianças a lidar com a ansiedade


20:51 - 29/05/2017claudia.abril.com.br

Quando se pensa em um brinquedo que se torna febre entre jovens, logo vem à mente jogos eletrônicos que envolvam tecnologias de última geração e que foi criado por cientistas fissurados por inovações.

Contudo, o passatempo que faz a alegria de adolescentes e crianças da Europa e do Estados Unidos foi criado em 1993 por Catherine Hettinger, uma norte-americana que buscava um objeto que pudesse garantir a paz mundial por fornecer calma e tranquilidade.

E o divertimento proporcionado pelo brinquedo de Catherine, chamado fidget spinner, é bem simples: girar, girar e girar.

O fidget spinner nada mais é do que um dispositivo com três pontas em formato de círculos que rotacionam em torno de um centro giratório em alta velocidade, quando o objeto é apoiado sobre a mão.

O brinquedo chama a atenção dos adolescentes porque suas cores e figuras diferentes provocam efeitos visuais curiosos quando ele começa girar. Contudo, o real objetivo do fidget spinner não é apenas ser uma fonte de diversão. Sua função é ajudar crianças a lidar com a ansiedade.

Brinquedo ou terapia

A paz mundial pretendida por Catherine não foi atingida. Mas a intenção de transmitir as sensações de calma e tranquilidade por meio de um objeto foi um sucesso com o fidget spinner.

Por isso, o brinquedo serve de apoio na terapia de crianças com autismo ou com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Isso porque o fidget spinner funciona como um produto antiestesse para as crianças – principalmente para aquelas com dificuldade em se concentrar na realização de atividades e que se veem frustrados por isso. “O spinner realiza o movimento por elas”, disse Mark Rapport, diretor da Clínica Children’s Learning, da Universidade Central da Flórida, em entrevista à revista TIME.

Sucesso na internet

Apesar de não ser uma novidade, o fidget spinner alcançou a fama apenas agora, duas décadas depois de seu lançamento oficial.

Consequentemente, canais no YouTube, como o do português Nuno Agonia, lançaram vídeos com conteúdos sobre truques com o brinquedo e como manuseá-lo da melhor maneira.

Nesses canais e também em sites da internet é possível encontrar indicações dos melhores lugares para comprar o brinquedo. Há recomendações de lojas que vendem o dispositivos desde valores como US$2 a US$ 1000.